terça-feira, 27 de março de 2018

As famosas análises da glicose


No sábado, fui fazer a tão falada análise da glicose.

Confesso que ia com receio do que vinha por aí, realmente as pessoas falam tanta coisa que nós nem sabemos o que pensar.

É óbvio que não somos todas iguais e cada um reage de forma diferente.

Confesso que detesto fazer análises, ou melhor detesto agulhas e já ia apavorada de ser picada três vezes.

Na receção fiz todo o processo da papelada e depois fui logo chamada para a primeira picada.

A técnica foi muito atenciosa, explicou todo o processo detalhadamente.

E então começou.
Primeira picada e retirada do sangue.
De seguida picada no dedo para tirar os níveis de glicose e saber se podia fazer a análise.
Tudo ok até aqui.

De seguida, ela perguntou qual o sabor que preferia, laranja ou limão? 

Toda a gente me dizia escolhe limão fresco. E pronto foi o que eu escolhi limão.

Ela aconselhou a não beber muito rápido para não ficar enjoada e depois vomitar e aí a análise já não contava tinha que fazer tudo de novo.

Comecei a beber a medo, mas percebi que afinal o sabor não era assim tão mau.

Então bebi em três golos e já estava uma etapa concluída. Só faltavam duas.

Inicialmente, fui para a sala de espera mas a minha cervical doía e então pedi para ir para uma salinha que tinha uma poltrona mais confortável.

Inicialmente, fiquei um pouco enjoada com o líquido a bater no estômago em jejum mas depois passou, tentei estar em repouso e tranquila.

A primeira hora parecia uma eternidade a passar.

Quando passou uma hora  lá fui novamente fazer outra picada.

Mais uma hora de espera, que pareceu passar mais rápido.

Nesta última hora já me sentia mais tonta e fraca, elas disseram que era de estar em jejum à muitas horas e eu pensei que também eram das agulhas todas.

Última picada, já mais fraca e tonta, mas com a sensação de dever cumprido e de que afinal não era o bicho de sete cabeças que toda a gente dizia.

Conclusão, o líquido não é assim tão mau, o que custa mais um bocadinho são as picadas e as duas horas em jejum e parada.

E a vocês custou muito?




1 comentário:

Célia Vasques Ramalho disse...

Eu também ia apavorada!!! E achei o mesmo.. as pessoas exageram.. Também bebi de limão e fiquei um bocado enjoada.. mas repito, acho que as pessoas exageram. Custou mais as agulhas do que beber aquilo!!